quinta-feira, 17 de junho de 2010

Uma tenaz dentro do peito


À
Ana Paula F.

O jugo
o sangue do bruto
no acerado espigão
o comando
o cornaca
no dorso do elefante.

(A revolta da mão
às palavras que escreve
a ira da mente num poema de febre
os lábios que se recusam
a pronunciar a escrita
a alma livre
que repele
luta e grita
o poeta que aponta
no absurdo
a verdadeira ponte
que lhe atravessa o espírito
e se despenha na folha de papel).

Miguel Gomes Coelho - De Coração na Mão
Ed. Autor - 1978
Enviar um comentário